Sobre

Nos últimos anos tem-se assistido ao despertar do interesse pela tipografia de caracteres móveis junto de um público que já não a conheceu enquanto técnica hegemónica da impressão comercial.

Inviável actualmente para uma produção em grande escala, a técnica tem vindo a renascer ao ser adoptada por um número crescente de autores e editores. Recuperando e utilizando antigas máquinas e tipos de letra, tantas vezes destinados à sucata, ou trabalhando com as poucas oficinas tipográficas que ainda subsistem, tem sido muito e estimulante o trabalho surgido nos últimos anos entre nós.


Com a intenção de juntar pela primeira vez em Portugal praticantes e pessoas interessadas pela tipografia tradicional e de dar a conhecer a diversidade de abordagens de que é alvo actualmente, surge em Ponta Delgada o TIPO um Encontro de Impressores Tipográficos.


Num arquipélago onde a técnica gutenberguiana entrou em 1829 e continua bem viva, seja nas antigas oficinas tipográficas que ainda a utilizam, seja numa abordagem actual, reinventada sob uma perspectiva contemporânea, esta é uma iniciativa da Vice-Presidência do Governo, através do Centro Regional de Apoio ao Artesanato (CRAA), com a parceria da Cresaçor – Cooperativa Regional de Economia Solidária, através da sua equipa Criações Periféricas.

O Encontro pretende, ao mesmo tempo, sensibilizar e contribuir para a divulgação e preservação de equipamentos, materiais e do saber dos mestres tipógrafos.


Contando com a presença de artistas gráficos, designers, investigadores e editores, regionais, nacionais e internacionais, o programa incluirá, entre outros, exposições, conversas, workshops, feira de edições, além de um roteiro pelo rico património tipográfico de São Miguel.

Bem-vindos ao TIPO!